Companheiro Clarckson, presente! Até o socialismo, sempre!

Companheiro Clarckson, presente! Até o socialismo, sempre!

  • Facebook
  • Twitter

Perdemos mais um dos nossos. Clarckson Messias Araújo do Nascimento, imprescindível!

A CSP-Conlutas lamenta profundamente a partida desse companheiro de tantas lutas.

Clarckson começou a trabalhar na Petrobrás em 1978 e se aposentou em janeiro de 2022. Foram 44 anos de lutas e militância desde a categoria petroleira.

Socialista, dedicou-se arduamente a construir o PT e a CUT na década de 1980, assim como esteve na organização e condução das greves petroleiras de 1983, 87 e 89, fundamentais para a reorganização da categoria e da classe trabalhadora ao final da ditadura militar brasileira.

Nos anos 1990, contribuiu com a construção do Comando Nacional dos Petroleiros e da FUP (Federação Única Petroleira) e atuou intensamente nas greves de 1994 e 95, a histórica greve da categoria, contra a quebra do monopólio estatal do petróleo.

Defensor da independência política da classe trabalhadora, empenhou-se na organização da ruptura com a CUT, quando esta Central passou a apoiar a política governamental de Lula e não lutou contra ataques à classe trabalhadora como a reforma da Previdência de 2003.

A partir daí, dedica-se à construção da Conlutas e, posteriormente, da CSP-Conlutas. Também foi fundamental para promover o mesmo processo na categoria petroleira organizando a Frente Nacional dos Petroleiros, que se tornou a FNP (Federação Nacional dos Petroleiros).

Na organização da luta local, de sua base, ajudou a tirar o Sindipetro AL/SE da mãos da direção pelega e entrou para a direção da entidade de classe em 1987. Apesar de perder a eleição  em 1990, em 1993, a corrente da qual participa retomou a direção permanecendo até hoje.

Com problemas de saúde e em seguida com a pandemia, estava recluso. Apesar das melhorias na saúde, sofreu um infarto fulminante nesta quinta-feira (7).

Perdemos Clarckson de forma inesperada, mas continuaremos com os punhos erguidos em defesa de sua luta – petroleira, da classe trabalhadora, dos movimentos sociais brasileiro e pelo socialismo.

O companheiro integrava as fileiras do PSTU desde os anos 2000.

A CSP-Conlutas se solidariza e se soma neste momento de dor à família, companheiras e companheiros de luta e amigos.

Rua Boa Vista, 76 – 11° andar CEP: 01014-000 - Centro - São Paulo/SP
Telefone: (11) 3107-7984 - secretaria@cspconlutas.org.br
© CSP-Conlutas - Todos os direitos Reservados.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Flickr
  • WhatsApp