Vitória: Trabalhadores municipais de Maringá (PR) voltam a se filiar à CSP-Conlutas

Vitória: Trabalhadores municipais de Maringá (PR) voltam a se filiar à CSP-Conlutas

  • Facebook
  • Twitter

"A retomada da filiação expressa a vontade de garantir um entidade classista e independente na condução da categoria", afirma presidente da entidade Priscila Guedes

O 11° Congresso do Sismmar (Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá-PR), realizado nos dias 25 e 26 últimos, sob tema “A defesa dos servidores e dos serviços públicos”, aprovou a filiação da entidade à CSP-Conlutas.

A aprovação da resolução, por ampla maioria, com apenas quatro votos contrários e uma abstenção, foi simultânea à desfiliação da CUT, central a qual a entidade estava filiada há duas gestões.

O Sindicato já foi filiado à CSP-Conlutas, mas há duas gestões, quando a chapa cutista venceu a eleição, a diretoria encaminhou a desligamento da nossa Central. Em 2019, quando novamente a direção conlutista retomou a condução da entidade, o debate voltou à pauta.

“A base dos servidores públicos municipais de Maringá a partir do momento que escolheu uma chapa que construía a CSP-Conlutas no final de 2019 apontou o caminho de retomada do classismo dentro das lutas sindicais na nossa cidade”, salientou a presidente do Sismmar, Priscila Guedes.

O dirigente Gehélison Gomes explicou que a filiação deveria vir antes. “O compromisso da então chapa que venceu em 2019 era discutir com a categoria e propor a filiação no congresso, que deveria ser realizado em 2020, mas a pandemia de Covid-19 impediu que acontecesse nesse ano, sendo realizado no último final de semana, em 2022”.

Também dirigente da entidade, Amanda Rodrigues garantiu que por isso também a vitória foi tão importante. “Vivemos um momento tão duro com a pandemia que assolou o mundo todo, por isso decidimos realizar de maneira muito cuidadosa, democrática e respeitosa com a categoria o 11° Congresso, garantindo a participação de variados segmentos da nossa base em um final de semana intenso de estudos e reflexões sobre os rumos do sindicato”, disse.  

Diante da conjuntura, a atual diretoria vinha defendendo que a entidade deveria estar vinculada a uma central sindical classista para que fosse garantida a resgatada a importância do Sismmar no Estado do Paraná e no cenário nacional.

"O atual governo federal implementou uma política de morte à classe trabalhadora e também se apresentou como negacionista perante uma pandemia nacional, sofremos fortes ataques; mas além disso, a eleição de Lula/Alckmin é uma vitória dos trabalhadores, mas que não significa que as lutas serão menos árduas, é fundamental que os sindicatos se enxerguem em um plano mais amplo enquanto fundamentais instrumentos de organização das lutas dos servidores/trabalhadores”, faz questão de frisar o dirigente do Sindicato Matheus Luz.

As categorias entra com significativas demandas no ano de 2023. As principais: o revogaço a partir de janeiro de 2023, arquivamento permanente da PEC 32 e a luta contra o teto de gastos; pela implementação do Piso Nacional do Magistério e da Enfermagem; pela implementação integral da revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do quadro Geral, do quadro do Magistério, do Estatuto da Guarda Civil e do Auxílio aos aposentados; implementação da jornada de 30h para a saúde; contra qualquer assédio e qualquer discriminação."

“Agora, pretendemos novamente contar com a força da CSP Conlutas nossas principais bandeiras de lutas”, reforça a dirigente Cidinha Goes.

O congresso foi precedido de assembleias locais e debates sobre os pontos de conjuntura, nacional e internacional, organização sindical e luta do funcionalismo, como a PEC-32 e as demandas específicas da categoria no município.

Priscila reforçou ao final: “É com muita alegria que em nome da diretoria Sindicato é Pra lutar que anunciamos aos camaradas que nos somaremos mais uma vez às fileiras da Central Sindical e Popular Conlutas.”

Maringá, terceira maior cidade do Paraná, conta com 15 mil trabalhadores na base. 

Rua Boa Vista, 76 – 11° andar CEP: 01014-000 - Centro - São Paulo/SP
Telefone: (11) 3107-7984 - secretaria@cspconlutas.org.br
© CSP-Conlutas - Todos os direitos Reservados.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Flickr
  • WhatsApp