Moção aprovada 4º Congresso: Apoio à Greve Geral de 5/12, na França, em defesa do sistema público de aposentadoria e contra as Reformas de Macron!

  • Facebook
  • Twitter

A partir de 5 de dezembro se impõe outro futuro para nossa aposentadoria! MUDE O SISTEMA!

Sob a falsa argumentação da necessidade de simplificar o sistema de aposentadorias, o Governo Macron está tentando implementar uma reforma previdenciária baseado em um sistema de pontuação. O objetivo é impor mais tempo de trabalho e reduzir a quantidade de pensões. O objetivo é aumentar a exploração, fazendo com que se tenha que trabalhar mais até conseguir se aposentar. De novo os custos da crise quem paga é classe trabalhadora. Por que limitar a porcentagem de riqueza dedicada às pensões, em vez de limitar os lucros, os salários dos executivos ou realmente lutar contra a sonegação e paraísos fiscais? Solidaires, rede sindical internacional da qual a CSP-Conlutas faz parte, pede a melhoria dos regimes existentes e a revogação de reformas regressivas. Solidaires quer para todos início pleno da aposentadoria aos 60 anos e saída antecipada para todas as profissões complexas, com a manutenção dos direitos profissionais. Quer ainda uma taxa de substituição de 75% nos salários mais recentes e que nenhuma pensão seja menor que o SMIC. Os trabalhadores franceses não vão morrer de trabalhar. Os trabalhadores franceses não concordam com um crescimento econômico que beneficie os grandes negócios e os ricos, destruindo as condições de trabalho e vida das pessoas, recursos, biodiversidade e clima.

Seja pela luta em defesa da aposentadoria, dos salários, dos benefícios sociais, das condições de vida e trabalho, da igualdade de gênero, dos serviços públicos ou do clima, a verdade é que vencer esse governo possível, desde que se mobilize massivamente e com determinação. As experiências das lutas passadas devem ser usadas para construir essa mobilização.

A unidade e a convergência em bases coletivas é a base que permitirá vencer e criar uma alternativa de esperança para o futuro do mundo do trabalho, para a população, para a sociedade e para o planeta. O que está colocado, de forma mais ampla possível na construção de uma forte mobilização, é união de todas as forças que lutam pela justiça, social, fiscal ou ambiental.

A União Sindical Solidaires se uniu à greve de 05 de dezembro de 2019, iniciada pelos sindicatos RATP e SUD Rail Solidarity, para construí-lo e estendê-lo a todos os setores e territórios e debater com mulheres trabalhadoras e trabalhadores sua renovação no sexto e nos dias seguintes.

Todo apoio à Greve Geral de 05 de dezembro de 2019 na França! Em defesa do sistema público de aposentadoria! Contra as Reformas de Macron!

Aprovado por unanimidade pelo 4º Congresso da CSP-Conlutas

Vinhedo/SP, Brasil, outubro 2019

Rua Boa Vista, 76 – 11° andar CEP: 01014-000 - Centro - São Paulo/SP
Telefone: (11) 3107-7984 - secretaria@cspconlutas.org.br
© CSP-Conlutas - Todos os direitos Reservados.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Flickr
  • WhatsApp