RCN de 20 a 22/5/22: Solidariedade ao ativista Dzhavid Mamadov e a todos presos políticos anti-guerra na Rússia

  • Facebook
  • Twitter

Há três meses, o regime de Putin está em guerra com a Ucrânia. Desde o início, dezenas de milhares de russos têm resistido e se manifestado corajosamente contra a guerra e o regime, correndo sérios riscos de perseguição política e prisão. Durante este tempo, mais de 15 mil pessoas foram detidas, muitas enfrentaram violência policial, tortura e longas prisões.

Dzhavid Mamadov é um socialista, ativista antiguerra, militante dos direitos das mulheres e LGBTQ+, organizador de entidades estudantis e participante da resistência ao regime de Putin na Rússia. Hoje ele está na prisão após ter sido detido pela terceira vez por sua postura antiguerra.

O regime tem tentado afastá-lo dos protestos e intimidá-lo, trancando-o atrás das grades e colocando espiões da polícia com ele em sua cela. Para prender Dzhavid, a polícia o seqüestrou de seu local de trabalho e o perseguiu nos arredores de sua casa duas vezes, não dando quase nenhum tempo desde sua prisão anterior. Agora eles estão tentando fabricar uma acusação criminal contra Dzhavid, o que faria com que sua próxima prisão poderia resultar em uma longa pena de prisão, entre 5 e 10 anos. Ele deve ser protegido!

Dzhavid, é claro, não está sozinho. Kirill Ukraintsev, líder da recente greve dos Correios e os editores da revista estudantil DOXA, que assumiu uma posição de princípio contra a guerra, também estão presos, entre muitos outros. Agora o Sindicato Independente de Jornalistas www.profjur.org, que tem defendido os presos e alvos da repressão, está agora sendo investigado por "atividades extremistas".

Todos os manifestantes antiguerra devem ser libertados imediatamente!

Exigimos a imediata libertação de Dzhavic Mamedov e de todos os manifestantes antiguerra russos!

Rua Boa Vista, 76 – 11° andar CEP: 01014-000 - Centro - São Paulo/SP
Telefone: (11) 3107-7984 - secretaria@cspconlutas.org.br
© CSP-Conlutas - Todos os direitos Reservados.

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram
  • Flickr
  • WhatsApp