​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Luta Popular

Ocupação Esperança: Famílias ocupam Câmara de Osasco e se reúnem com Prefeitura

10/09/2013


Nesta terça-feira, cerca de 800 pessoas da Ocupação Esperança ocuparam a Câmara Municipal de Osasco (SP) e pediram para que fosse votada uma moção de apoio à construção de uma solução para o problema da moradia no município. A votação foi unânime, aprovada por todos os vereadores.

 

Em seguida, se reuniram com a Prefeitura, para onde levaram a moção aprovada na Câmara, cobrando uma solução.

 

Foi pedido então que providenciassem um cadastramento de todos os que estão na ocupação, já que diversos deles não estão cadastrados. Mas, um tanto a contragosto, pois a prefeitura alegou que os integrantes da Ocupação Esperança estão tentando furar fila na busca de casas do programa Minha casa, minha vida. Para tal, a integrante do Movimento Luta Popular Helena Silvestre alegou que não existe furar a fila e sim morosidade por parte da Prefeitura em solucionar o problema que afeta um número significativo de pessoas.

 

Hoje existem 43 mil famílias inscritas no programa “Minha casa, minha vida” em Osasco. Desde 2009 a prefeitura entregou apenas 420 casas.

 

Na reunião ficou acordado que haverá nova reunião para discutir o assunto, com a presença de um representante da Caixa Econômica Federal. Para Helena, é um avanço que tenham conseguido abrir esse espaço de negociação, mas de nada adiantará se não houver comprometimento da prefeitura. “O Minha casa, minha vida só funciona se houver comprometimento da prefeitura e é isso que nós esperamos”.

 

Além do cadastro de todos os integrantes da ocupação também será apresentado uma entidade representativa do movimento para que sejam representados oficialmente nas negociações.

 

A Ocupação Esperança, que teve início em 24 de agosto último, e começou com pouco mais de cem famílias, já conta com mais de mil famílias organizadas pelo Movimento Luta Popular (CSP-Conlutas).