​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Notícias

Movimento Negro Quilombo Raça e Classe é fundado no Maranhão

27/07/2011


Durante a noite desta segunda-feira, 25 de julho, ocorreu o lançamento do Movimento Nacional Quilombo Raça e Classe no Maranhão que contou com aproximadamente 100 ativistas. No ato estiveram presentes várias entidades do movimento sindical, popular e estudantil que compõem a CSP-Conlutas, além de diversas entidades do Movimento Negro do Maranhão.

 

A maioria das falas expressaram o marco histórico que é a fundação do Movimento no Maranhão, um dos estados mais empobrecido do país, com população majoritariamente negra e marcado por profundas desigualdades raciais. Todo o ato foi marcado por muita emoção com relatos sobre a luta das comunidades quilombolas pela titulação de suas terras e a violência policial contra a juventude negra nas grandes cidades.

 

Durante o lançamento foi feita ainda uma homenagem especial ao engenheiro Magno Cruz, maior expressão política do movimento negro maranhense falecido no ano passado. Uma exposição de fotos e um poema dedicado a ele demonstraram como sua luta contra o racismo foi importante para a organização dos negros e negras no Maranhão.

 

Além das saudações das entidades convidadas como a CSP Conlutas, GT de Etnia do SINASEFE, Comisão Pastoral da Terra (CPT) e do Movimento Hip Hop Quilombo Urbano, o evento contou ainda com uma excelente palestra da professora Claudicéa Durans sobre o dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e um momento especial de lançamento do Manifesto do Movimento Quilombo Raça e Classe do Maranhão lido com muita empolgação pelo professor Rosenverck Santos. O momento cultural ficou por conta de dois grupos afros e a banda de rap Raio X Nordeste.

 

O Movimento Nacional Quilombo Raça e Classe nasce no Maranhão para ser uma ferramenta capaz de fortalecer a luta contra o racismo e a exploração no Estado, buscando a unidade com os demais setores oprimidos e humilhados pelo capitalismo.